Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura apresentam:

Uma ação do Centro Educacional Anísio Teixeira – CEAT | Dias 18 e 19 de maio | Museu Histórico da Cidade – Gávea

Pela 1ª vez, em 16 anos, o CEAT organiza a FLIST fora do histórico bairro de Santa Teresa. Devido às condições do Parque Glória Maria, prestes a entrar em obras, a 16ª FLIST será no MHC – Museu Histórico da Cidade que traz semelhanças com o Parque. O MHC está localizado dentro de uma reserva de Mata Atlântica e tem um conjunto de espaços históricos com áreas para as diversas atividades da nossa festa literária. Além de ter uma comunidade em sua vizinhança que será beneficiada com a festa literária, há espaços ao ar livre, e o MHC reúne, no seu acervo, importantes elementos históricos da nossa cidade. 18 de maio é o Dia Internacional dos Museus, celebraremos esta data com a realização da nossa festa literária.

No casarão anexo, temos a exposição temporária da belíssima obra do consagrado artista plástico Maxwell Alexandre que tão bem dialoga com a proposta do CEAT de ser uma escola inclusiva e voltada às artes. Nos dias da FLIST, pretendemos receber mais de 20.000 pessoas, com públicos de idades variadas. A FLIST é inteiramente gratuita, com dezenas de atividades para as famílias, e traz exposições artísticas, apresentações literárias, teatrais, musicais, ambientais e de dança. Além disso, oferece uma feira de livros, de vinis, de artesanatos e de gastronomia. São mais de 90 atrações com diversidades e representatividades.

Autores e artesãos indígenas e afrodescendentes estarão em diversas apresentações, assim como as vozes de PCDs e de pessoas LGBTQIAPN+. Este ano, a acessibilidade será foco de cinco apresentações, numa parceria de famílias ceatianas com a FLIST. É destaque a presença de artistas periféricos, indígenas, pretos, mulheres, LGBTQIAPN+ e outras maiorias minorizadas nos espaços de arte e de literatura.

Vamos homenagear a Família de Gilberto Gil, uma família tão brasileira, feita de muitas vozes e de artistas da música, das letras, da produção cultural e da gastronomia. Prestaremos tributos ao centenário de ausência do autor Franz Kafka; aos 110 anos da autora Carolina Maria de Jesus; e aos 135 anos de Donga, pioneiro do samba no Brasil.

O Concurso CEAT para a FLIST de textos e imagens inspiradas na obra de Gilberto Gil vai trazer artistas selecionados de diferentes partes do Brasil. O afoxé Filhos de Gandhi fará a sua apresentação no sábado, dia 18 de maio. No domingo, 19 de maio, o encontro de Didu Nogueira e de Márcia Zaíra, integrantes do Instituto Donga, vai coroar a homenagem ao artista que gravou o primeiro samba brasileiro. No dia 19 de maio, Carlos Malta e Pife Muderno vão trazer a música de Gil, tão poética, tão cheia de ritmos, de polifonias e de polissemias. A autora Sonia Rosa, homenageada em 2023, volta este ano para autografar livros com um coletivo de autora/es preta/os. Haverá uma celebração de 25 anos da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil – AEILIJ será na FLIST!

Os autógrafos de livros e bate-papos com autore/as são muitos! Há livros para todas as idades! E há temperos para todos os gostos, desde a culinária baiana, os doces portugueses, a comida alemã, a brasileira, os sanduíches e outros mais!

O CEAT terá apresentações de estudantes e de professores, da Educação Infantil, do Ensino Fundamental I e do II, do Ensino Médio, e do Integral. Há representatividades de todos os segmentos!

Descubra o Parque da Cidade, o belíssimo Museu Histórico e todos os encantos que a FLIST traz para vocês! O CEAT preparou, com muito cuidado, com tantas parcerias, e muitas mãos, esta festa literária que faz parte do calendário da cidade no Outono carioca.

programação sábado | 18 de maio | Das 9h30 às 18h

Espaço do Educativo, 1º andar – Casarão anexo – Bibliotequinha

Leituras, contações de histórias e bate-papos
Público: crianças

Este charmoso espaço para crianças traz segurança e a possibilidade de interação com livros, leituras, conversas e brincadeiras literárias.
Cada atividade dura até 50 minutos.

10h

Moyses Júnior (mediador de leitura), Família é muito mais que morar junto; Nica, não implica

11h

Vinicius Galeazzi (autor), A espada invencível do Rei da Ilha da Esperança Perdida

12h

Marta Lagarta (autora), Se tudo fosse parente e Era uma casa muito inventada

13h

Agostinho Ornellas (autor e ilustrador), Fábulas de Esopo

14h

Hellenice Ferreira (autora), A minha casa tem…

15h

Tati Kauss (autora), Pra você

16h

Moyses Júnior (autor), O lugar secreto de Guinei

Salão, 1º andar – Palacete

Bate-papos, autógrafos e lançamentos de livros
Público:
crianças, adolescentes e adultos

Aqui neste espaço, reservamos uma mesa para autógrafos e algumas cadeiras para o público. É um salão próximo às barracas das quatro livrarias (Blooks, Casa 11 Sebo, Carambola e Paulinas) que o CEAT vai receber.

Na abertura de cada dia, há uma atividade de acessibilidade. Em seguida, a cada meia hora, um/a autor/a autografa seus livros.

10h30/11h30

Juliana Coutinho Oliveira (escritora e ativista da inclusão), Transgrido

11h30/12h

Edith Lacerda (escritora), Brincar de olhar – haicais para gente miúda

12h/12h30

Autógrafos de livros – Bruno Laet – Chuva oblíqua (foto anexa)

12h30/13h

Lucia Tucujú (autora), De bubuia com Vovó Anica, Tucumã

13h30/14h

Marta Lagarta (autora), Se Tudo Fosse Parente, Ciranda na Escola e Era Uma Casa Muito Inventada

14h/14h30

Agostinho Ornellas (autor e ilustrador), Fábulas de Esopo

14h30/15h

Viviane Viana (escritora), Ah, se Graham Bell falasse!

15h/15h30

Neide Graça (escritora), Zuri & Dulce

15h30/16h

Ninfa Parreiras (autora), Cabra-cega das cores

16h/16h30

Tati Kauss (autora), Pra você

Salão, 2º andar – Casarão anexo

Bate-papos, apresentações, mesas-redondas
Público: adolescentes e adultos

Rodeado por obras de Maxwell Alexandre, organizamos o espaço com cadeiras para as mesas redondas, palestras, apresentações e debates.
Puxe a cadeira, saboreie as telas e assista aos encontros de temáticas variadas!
Cada atividade dura até 50 minutos.

11h

Roda dos povos indígenas dialogando com a cidade, Carina Oliveira (pesquisadora da literatura indígena e doutoranda em educação – UFRJ)), Lucas Munduruku (professor indígena) e Lucia Tucuju (autora indígena)

12h

A força das falas negras, Sonia Rosa (autora) e coautora/es da obra

13h

Contos RJ – uma experiência literária pela administração pública estadual | SECEC e IOERJ, Patricia Damasceno (presidente da Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro), Yke Leon (superintendente de Leitura e Conhecimento SECEC RJ), e Mari Velasco (autora premiada pelo concurso)

14h

Soluções da Inclusão na Cultura, Cecilia Quental (designer social e ativista e especialista em design simples), Graciela Pozzobon (Cinema falado/Assim Vivemos) Isabel Portela, (curadora e museóloga), Teresa Taquechel (fundadora da Pulsar Cia de Dança e coreógrafa), mediação Tiago Morena (formado em rádio e TV, UFRJ e atua como fotógrafo, produtor e diretor)

15h

Sobre cartas e com cartas, Andrea Taubman (autora) & Susana Ventura (autora)

16h

Roda de conversa promovida pelo Museu do Amanhã com autores do livro O capitalismo pode ser sustentável? Fabio Scarano (curador do Museu do Amanhã e titular da Cátedra Unesco de Futuros) Anna Fornero Aguiar (Pesquisadora da Cátedra UNESCO de Futuros) e Beatriz Carneiro (Pesquisadora da Cátedra UNESCO de Futuros).

Café Literário, 2º andar – Casarão anexo

Bate-papos, leituras e autógrafos de livros
Público: adolescentes e adultos

Num canto do Café Épico, planejamos um espaço para apresentações intimistas, para quem quer se sentar ou está de passagem. Conversas sobre livros, músicas, escritas e temas.

Cada atividade dura até 50 minutos.

10h

Andrea Prestes Massena (escritora), Era uma vez um quintal

11h

Marilia Pirilo (escritora e ilustradora), Filha de vó, Embananado, Saci descolado e Uma dúzia de poemas bichados

12h

Susana Ventura escritora), A lenda da Vitória Régia, A irmã do sonho

13h

Andrea Taubman (escritora), Faca de ponta, Pálpebras nas orelhas, Gemas do mesmo ovo, Pelos olhos de Enzo…

14h

Chris Fuscaldo (biógrafa e pesquisadora musical), Gilberto Gil, o músico que é a cara do Brasil

15h

Mauricio Veneza (escritor e ilustrador)

16h

Marcelo Almeida e Marcos Marcel Peixoto (autores) e seus livros Nhorrã: rastros, caminhos e descaminhos da escravidão e O verso da escravidão

Salão, 3º andar – Casarão anexo

Apresentações teatrais, musicais, artísticas
Público: crianças, adolescentes e adultos

Este espaço mais amplo, rodeado por telas de Maxwell Alexandre, acolhe atividades com um maior número de protagonistas, com apresentações teatrais, literárias ou musicais.

10h

Sinfonia Azul: Um passaporte para a biodiversidade, Artur Sampaio (subsecretário municipal de meio ambiente – SMAC), Daniel Gorin (gerente geral do Grupo Arpoador) e Simone Oigman Pszczol (diretora executiva do BrBio), mediação: Márcio Martins (jornalista)

12h

Apresentação de dança: Extra, Luizinha Aieta (estudante do Ensino Médio CEAT), Marcia Feijó (direção), Música Extra: Gilberto Gil

Gilberto Gil em Procissão, apresentação teatral dos estudantes (Ensino Médio – CEAT), direção Rubens Lima Júnior (diretor de teatro)

14h

Roleta do Gil, Coletivo do Sarau Poesia Andarilha; Ninfa Parreiras (curadoria) e Rubens Lima Júnior (diretor de teatro)

16h

O futuro se aproxima devagar mas vem” Debate sobre a presença de artistas periféricos, indígenas, pretos, mulheres, LGBTQIAPN+ e outras maiorias minorizadas nos espaços de arte e literatura.

Ana Carla Soler (São Paulo), Gigi de Barros (Rio de Janeiro), Jéssica Leal (Pernambuco), mediação de Jorge Pereira (Pernambuco)

Área externa

Performances, apresentações musicais e shows
Público: crianças, adolescentes e adultos

No espaço ao ar livre, rodeado pela Mata Atlântica, por monumentos históricos, planejamos a feira de livros, de artes, de artesanatos, de meio ambiente e de gastronomia.
Roda indígena, shows e apresentações musicais estão previstos para acontecer aqui, ao vivo!

09h30

Abertura FLIST
Lançamento do Jornal Língua de Brincar, estudantes e professores (Ensino Fundamental I)

10h

Charada musical – Gilberto Gil, estudantes dos 1ºs e 2ºs anos e professora Elisa Addor (Ensino Fundamental I)

10h

Gilberto Gil é um barato total, apresentação musical, estudantes dos 5º, 6ºs  e 8ºs anos e professores Luciana Jablonski, Pedro Izar e Sandra Oliveira (Ensino Fundamental II – CEAT)

11h

Redobra – desfile, estudantes dos 7ºs anos e professores Matheus Odorisi e Sandra Oliveira (Ensino Fundamental II CEAT)

16h

Apresentação musical, estudantes e professora Gloria Calvente Van Den Bos (Ensino Médio – CEAT)

17h

Cortejo do Filhos de Gandhi
Associação Cultural Recreativa Filhos de Gandhi

Área externa e os espaços

Outras atrações

9h30/18h

    • Artesanatos indígenas: Cacique Urutau e Potyra Guajajara (artistas indígenas da Aldeia Maracanã).
    • Bor-Donga: bordados, Theka Galvão e Izabel Cetto
    • Brinquedos artesanais: Getúlio Damado (artesão ícone da FLIST)
    • Cordéis: Edmilson Santini (autor e cordelista)
    • A Doçura de Donga criando Samba (dia 18 de maio)
    • Gabriela Fernandes (professora da eletiva de gastronomia, Ensino Médio – CEAT)
    • Família de Bonecos – mural, Equipe do Integral – CEAT, Espaço do Educativo – Bibliotequinha
    • Pintando com Gil (dia 18 de maio, 10h/13h)
    • Máslova Valença (professora da eletiva de moda, Ensino Médio – CEAT)
    • Pinturas corporais indígenas: Lucas Munduruku (professor indígena)
    • “Todos os que estão aqui e mais todos os que virão” instalação coletiva da Educação Infantil – CEAT
      Espaço do Educativo – Bibliotequinha

Casarão anexo

Exposição Clube, Pavilhão 3 da Gávea, Maxwell Alexandre

Livrarias

Blooks
Paulinas
Casa Sebo 11
Carambola Literária

Brinquedos

Gamar

Gastronomia

AMESANTA

  • Adega do Pimenta
  • Alda Maria Doces Portugueses
  • City Burger

Barraca do Caboclo
Barraca da Katita
Batatinha
Café Épico
Clube dos Macacos
Etaspice
Hocus up town cervejas
Lá em Casa: confeitaria e personalizados
A Poesia do Chá

Artes & Artesanatos

Acessórios Beth Bottino
Ananse Artes
Flavia Nunes
Infinito Cadernos
Marie Yok croche & aromas
Preta Pretinha
Rosita e Raoni Artes
Solange Wanick – Biojoias

Outras:

Barraca do Educativo MHC
Barracas Moradores do Parque da Cidade
Tenda BrBio
Tenda CEAT

programação domingo | 19 de maio | Das 10h às 18h

Espaço do Educativo, 1º andar – Casarão anexo – Bibliotequinha

Leituras, contações de histórias e bate-papos
Público: crianças

Este charmoso espaço para crianças traz segurança e a possibilidade de interação com livros, leituras, conversas e brincadeiras literárias.

Cada atividade dura até 50 minutos.

10h

Edith Lacerda (escritora), Brincar de olhar – haicais para gente miúda

11h

Anna Almeida (autora), Árvore – Ar você respira e O chão e a chuva

12h

Moyses Júnior (mediador de leitura), Adebumi: Meu verdadeiro nome

14h

Hellenice Ferreira (autora), Aline Haluche (ilustradora), A lenda do alecrim

15h

Flavia Muniz (artesã), Brincando com Gil (contadora de histórias)

16h

Tais do Espirito Santo (autora), Ashanti, nossa pretinha

Salão, 1º andar – Palacete

Bate-papos, autógrafos e lançamentos de livros
Público: crianças, adolescentes e adultos

Aqui neste espaço, reservamos uma mesa para autógrafos e algumas cadeiras para o público. É um salão próximo às barracas das quatro livrarias (Blooks, Casa 11 Sebo, Carambola e Paulinas) que o CEAT vai receber.

Na abertura de cada dia, há uma atividade de acessibilidade. Em seguida, a cada meia hora, um/a autor/a autografa seus livros.

10h/11h

Educação e inclusão – teoria e prática, Annie Redig (professora associada EDU UERJ, pesquisadora de inclusão de adolescentes e adultos neurodivergentes), Josemar Araújo (doutor em Ciências Jurídicas e Sociais, professor de Direito, advogado, autor de livros e militante em defesa dos Direitos Humanos) e Valeria de Oliveira (professora do Atendimento Educacional Especializado AEE no CAp-UERJ), mediação Laís Silveira Costa (pesquisadora Fundação Oswaldo Cruz, conselheira do Movimento Down, integra o colegiado gestor do comitê Fiocruz pela inclusão de pessoas com deficiência).

11h/11h30

Carla Chastinet (escritora), Eu não gosto de histórias

11h30/12h

Taissa Maia (autora), A todo Vapor – o Tropicalismo segundo Gal Costa

12h/12h30

Pierre de Cristo (autor), Cabo Frio na rota da Escravidão

12h30/13h

Edmilson Santini (autor e cordelista), Veredas

13h/13h30

Tadeu Barbosa (tea blender) Sob a luz do olhar – prosa, poesia e chá

13h30/14h

Monica Martins (escritora), A canastrinha da Emilia & O museu do Ipiranga

14h/14h30

Maria Chocolate (autora), A menina do vestido amarelo

14h30/15h

Tais do Espírito Santo (autora), Ashanti, nossa pretinha

15h/15h30

Autógrafos de livros – Manoel Herculano (poeta cantador), Ô de Casa – Rio Maranhão, Todos são Poetas na Praça e Poemas são Destinos

15h30/16h

Bebel Ritzmann e Juliana Berlim (autoras selecionadas no Concurso CEAT)

Salão, 2º andar – Casarão anexo

Bate-papos, apresentações, mesas-redondas
Público: adolescentes e adultos

Rodeado por obras de Maxwell Alexandre, organizamos o espaço com cadeiras para as mesas redondas, palestras, apresentações e debates.

Puxe a cadeira, saboreie as telas e assista aos encontros de temáticas variadas!

Cada atividade dura até 50 minutos.

11h

A LIJ na prevenção de violências intrafamiliares, Andrea Taubman (autora) e Eliane Gomes (pesquisadora do Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a Infância – CIESPI/PUC-Rio)

12h

“Os livros guiaram meus passos”: Livros e leitura na vida e obra da escritora Carolina Maria de Jesus, Catiana Fernandes (doutora em Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação ProPEd / UERJ, autora da tese “Todos têm um ideal. O meu é gostar de ler: A formação leitora de Carolina Maria de Jesus”, pedagoga na Universidade do Estado do Rio de Janeiro e na Secretaria de Educação de Duque de Caxias)

13h

Gilberto Gil: Refavela, Mauricio Barros de Castro (autor)

14h

Literatura e Medicina na Prática, Ana Luisa Mallet (médica UFRJ e HFB, professora Universidade Estácio de Sá e graduação Literatura UERJ) e Eloisa Grossman (professora medicina UERJ, doutorado em Saúde da Criança e da Mulher IFF/ FIOCRUZ, especialização em Formação do Escritor PUC/RJ)

Ana Luisa e Eloisa são sócias da Casa 11 Sebo e Livraria.

15h

É Pretinha, Marina Iris e Manu da Cuíca (autoras), Ana Costa (produção musical) e Tétiiz (ilustradora)

16h

Raízes do samba – Donga, Didu Nogueira (cantor, compositor, produtor musical e secretário geral do Instituto Donga) e Márcia Zaíra (neta e presidente do Instituto Donga).

 

Café Literário, 2º andar – Casarão anexo

Bate-papos, leituras e autógrafos de livros
Público: adolescentes e adultos

Num canto do Café Épico, planejamos um espaço para apresentações intimistas, para quem quer se sentar ou está de passagem. Conversas sobre livros, músicas, escritas e temas.

Cada atividade dura até 50 minutos.

10h

Leitura e bate-papo sobre Crianças na Rua, de Franz Kafka

11h

Raquel Castro (autora), À hora dos cachorros

12h

Anna Claudia Ramos (escritora) e Anielizabeth (ilustradora), Literatura e arte gerando diálogos, a partir do livro Tenho medo do Monstro

13h

Lívia Cretton, Insubmissa é a mãe: maternidade e práticas de (re)existência entre mulheres

14h

Rodrigo Batalha (doutor em música UNIRIO – intercâmbio com a Princeton University; professor de música da UFRJ e da pós-graduação da UNIRIO – PPGM/PROEMUS), Ciclo TriloGils

15h

Agostinho Ornellas (autores e ilustrador) e Ninfa Parreiras (autora), Bichos e plantas na literatura para as infâncias: Sapa de Bota, Sapato de Sapo

16h

Joana Siqueira (autora), O abrir do ventre em um mundo prisão – Relatos da maternidade na pandemia

Salão, 3º andar – Casarão anexo

Apresentações teatrais, musicais, artísticas
Público: crianças, adolescentes e adultos

Este espaço mais amplo, rodeado por telas de Maxwell Alexandre, acolhe atividades com um maior número de protagonistas, com apresentações teatrais, literárias ou musicais.

10h

Refazendo Gil, apresentação de performance teatral, coreográfica e musical, estudantes dos 8ºs anos – professor Pedro Izar 

12h

Cerimônia de apresentação dos textos e imagens selecionadas no Concurso CEAT – FLIST, homenagem à obra de Gilberto Gil

14h

Celebração de 25 anos da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil – AEILIJ

16h

Latinoamérica Viva: mulheres na arte e na literatura – debate e autógrafos de livros. Ana Coutinho (Brasil), Bianca Garcia (Brasil), Chris Facó (Brasil – Prêmio Jabuti), Jessica Wilches (Brasil), Kálimann Chiappini (Brasil), Maria Cristina Martins (Brasil), Mayara Davy (Brasil), Nilma Lacerda (Brasil – Prêmio Jabuti), Valentina Paz Bascur Molina (Chile), mediação de Luzia Rocha (Brasil)

Área externa

Performances, apresentações musicais e shows
Público: crianças, adolescentes e adultos

No espaço ao ar livre, rodeado pela Mata Atlântica, por monumentos históricos, planejamos a feira de livros, de artes, de artesanatos, de meio ambiente e de gastronomia.
Roda indígena, shows e apresentações musicais estão previstos para acontecer aqui, ao vivo!

10h

Tenda Conexão Costeira pela biodiversidade (equipe do BrBio desenvolverá atividades turísticas e lúdicas para crianças)

11h

Experiências de ervas para as famílias – Ricardo Jaheem (professor e escritor)

15h

Roda de Maracá, Cacique Urutau, Potyra Guajajara e outros artistas indígenas

16h/16h30

Um pot pourri para Gil, Manoel Herculano (poeta cantador)

17h

Carlos Malta e Pife Muderno em GIL

Área externa

Outras atrações

10h/18h

          • Artesanatos indígenas: Cacique Urutau e Potyra Guajajara (artistas indígenas da Aldeia Maracanã).
          • Bor-Donga: bordados, Theka Galvão e Izabel Cetto
          • Brinquedos artesanais: Getúlio Damado (artesão ícone da FLIST)
          • Cordéis: Edmilson Santini (autor e cordelista)
          • A Doçura de Donga criando Samba (dia 18 de maio)
          • Gabriela Fernandes (professora da eletiva de gastronomia, Ensino Médio – CEAT)
          • Família de Bonecos – mural, Equipe do Integral – CEAT
          • Pintando com Gil (dia 18 de maio, 10h/13h)
          • Máslova Valença (professora da eletiva de moda, Ensino Médio – CEAT)
          • Pinturas corporais indígenas: Lucas Munduruku (professor indígena)
          • “Todos os que estão aqui e mais todos os que virão” instalação coletiva da Educação Infantil – CEAT

        Casarão anexo

        Exposição Clube, Pavilhão 3 da Gávea, Maxwell Alexandre

        Livrarias

        Blooks
        Paulinas
        Casa Sebo 11
        Carambola Literária

        Brinquedos

        Gamar

        Gastronomia

        AMESANTA

        • Adega do Pimenta
        • Alda Maria Doces Portugueses
        • City Burger

        Barraca do Caboclo
        Barraca da Katita
        Batatinha
        Café Épico
        Clube dos Macacos
        Etaspice
        Hocus up town cervejas
        Lá em Casa: confeitaria e personalizados
        A Poesia do Chá

        Artes & Artesanatos

        Acessórios Beth Bottino
        Ananse Artes
        Flavia Nunes
        Infinito Cadernos
        Marie Yok croche & aromas
        Preta Pretinha
        Rosita e Raoni Artes
        Solange Wanick – Biojoias

        Outras:

        Barraca do Educativo MHC
        Barracas Moradores do Parque da Cidade
        Tenda BrBio
        Tenda CEAT

Textos e imagens selecionadas para a Revista Chave da Torre on line

homenageados

Gilberto Gil
& Família

tributos

100 anos
da morte de
Franz Kafka

50 anos da
morte de
Donga

110 anos de
Carolina
Maria de Jesus

homenageados em 15 anos

2009

Lygia Bojunga

2010

Manoel de Barros

2011

Bartolomeu Campos de Queirós

2012

Joel Rufino dos Santos

2013

Ana Maria Machado

2014

Marina Colasanti

2014

ziraldo

2015

Ferreira Gullar

2015

Roger Mello

2016

André Neves

2016

Nei Lopes

2017

Conceição Evaristo

2017

Graça Lima

2018

Ciça Fittipaldi

2019

Chico Buarque

2019

Ivan Zigg

2020

Caetano Veloso

2020

Maria Bethânia

2020

Bia Bedran

2021

Nélida Piñon

2021

Vik Muniz

2022

Daniel Munduruku

2023

Ailton Krenak

2023

Sonia Rosa